Home » Notícias » Companhia Aérea » Embarque com reconhecimento facial está mais próximo; saiba mais

Embarque com reconhecimento facial está mais próximo; saiba mais

por Redação
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestDigg this

Estamos a cada dia mais próximos de alguns temas que lembram os episódios de Black Mirror, série de ficção científica original Netflix. Mais uma prova disso é a nova tecnologia que já está sendo testada. A KLM e o aeroporto de Schiphol, em Amsterdam, começaram a testar o “embarque biométrico”, sistema que permite aos passageiros embarcar sem a necessidade do cartão de embarque ou o passaporte. Seria meu sonho? Os passageiros entram na aeronave de forma mais prática e rápida, por meio de uma porta especial com tecnologia de reconhecimento facial.

O período de testes deve durar pelo menos três meses. E, durante este período, a companhia aérea e o aeroporto querem estudar o funcionamento da tecnologia de reconhecimento facial – a velocidade do sistema, a confiabilidade e praticidade de utilização. Eles também vão analisar o processo de embarque e a experiência dos passageiros. O objetivo final é tornar o procedimento rápido e prático para quem viaja pela companhia. Já pensou?

Por enquanto, os testes acontecem em apenas um dos portões, e para experimentar a novidade os passageiros devem se registrar previamente em um quiosque especial, na própria área de embarque. Para que não haja dúvidas, funcionários da KLM vão auxiliar todos os passageiros nesse processo.  

KLM testa embarque com reconhecimento facial

KLM testa embarque com reconhecimento facial

O registro envolve digitalizar o passaporte, o cartão de embarque e o rosto do passageiro. Os dados serão usados somente para o teste em respeito à privacidade dos participantes. Depois do embarque, todos os dados pessoais serão deletados e as informações coletadas no quiosque de registro apagadas depois de 10 horas. 

Nos últimos dois anos, a colaboração do aeroporto com a KLM e com as autoridades governamentais resultou na introdução da primeira verificação de segurança para passageiros, tripulação e funcionários digital, e da nova faixa de segurança inaugurada em 2015. No momento, um teste envolvendo bagagem de mão que permite que os passageiros deixem seus laptops e líquidos em suas malas está em funcionamento. No futuro, tecnologias inovadoras serão testadas regularmente e, quando comprovadas, passarão a ser utilizadas.

Brasil

Desde o ano passado, temos 14 aeroportos brasileiros utilizando um sistema parecido. Segundo a Receita Federal, o sistema de reconhecimento facial foi inserido para trazer maior agilidade no atendimento ao viajante que chega de voos internacionais. 

De acordo com matéria da Agência Brasil, a tecnologia serve para levar uma melhor eficiência de ações dos agentes da Receita Federal e são feitas preferencialmente “sobre passageiros que apresentem risco potencial de estarem praticando irregularidades aduaneiras e outras infrações”. Ainda segundo a agência, o sistema reconhece essas pessoas automaticamente e permite a seleção para uma fiscalização mais aprofundada, sem interferir no fluxo de passagem dos demais passageiros, por exemplo.

Tags

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *